Novo Vila Galé Resort em Maceió leva operadores turísticos portugueses a promover ‘convênios’ para o Brasil

A procura foi tanta que chegou a motivar as operadoras de turismo a potencializar a operação de fim de ano com mais uma viagem a Maceió. Assim, a oferta de programas de férias de “Ano Novo” a partir de Portugal é agora até cinco voos “charter”, abrangendo cerca de 1.100 lugares, com partidas a 26, 27 ou 28 de dezembro, em viagens de uma semana.

“Vamos investir fortemente em Maceió este ano, e a abertura do resort Vila Galé reforçou a oferta de uma das melhores praias do Brasil”, confirma Nuno Mateos, Director Geral da Solférias. A Exótico está preparando três voos charter para o final do ano: Porto Maceió, Lisboa Maceió, Salvador e Porto Salvador, com 260 lugares cada.

“Desde o final do ano passado, as vendas para o Brasil cresceram significativamente”, assegura o responsável da Solférias, lembrando que “o Brasil está mais uma vez no ‘mindset’ dos portugueses”.

Este verão, a venda de voos para o Brasil estava a “correr bem”, com base nos voos da TAP, não justificando o lançamento de “charters”, segundo os operadores, neste período.

“A TAP tem mais de 60 voos semanais para o Brasil, e as vendas de verão estão a correr muito bem, pois é um destino múltiplo e apesar da diversidade, o ‘Charter’ vai acabar por limitar”, refere Miguel Ferreira, general manager da operadora Exótico Online, que garantiu lugares nos voos da TAP para Fortaleza, Natal, Recife, Maceió, Salvador e Rio de Janeiro.

“Vê-se que as pessoas querem voltar a viajar e a demanda pelo Brasil tem sido muito boa, próxima aos níveis de 2019, mesmo com um aumento de 21% do dólar em relação ao euro desde fevereiro, o aumento do combustível não foi observado. pior parte”, observa Miguel Ferreira.

As viagens de verão ao Brasil vendidas pelo operador turístico com base em tours TAP duram em média sete a dez noites, com preços que variam entre os 1.200 euros” e podem ir até aos 8000 ou 9000 euros, consoante o tipo de alojamento ou programa escolhido “.

No final do ano, quando a Exótico organiza “charters” para o Brasil, em parceria com as operadoras Solférias e Sonhando, “a pressão da demanda foi tanta que nos levou a reforçar a operação com um segundo voo para Maceió, o primeiro deles estava cheio em três semanas”, destaca o gerente geral, lembrando que “todo mundo quer subir no dia 26 ou 27 de dezembro para curtir a praia”.

“Quem quer viajar para o Brasil já sabe que ou reserva rápido ou não tem vaga”, concorda Nuno Mateos, da Solferias.

‘Viagens de fim de ano no Brasil não são um produto barato’

A Soltrópico, que em conjunto com a Abreu organiza voos “charter” para o Brasil no novo ano, aposta em Salvador, “para não entrar em conflito com o produto Maceió de outros operadores”, e cria um maior leque de ofertas no mercado”, explicou Director Geral, Gonçalo Palma.

“Na passagem de ano temos uma grande aposta no Brasil, temos dois aviões full ‘charter’, cada um com 186 lugares”, confirma o responsável da Soltrópico, lembrando que “o destino brasileiro caiu muito durante a pandemia, devido a restrições, e ‘cartas’ organizadas há algum tempo.” “.

A Soltrópico e a Abreu estão a preparar dois voos ‘charter’ de Lisboa para Salvador, nos dias 27 e 28 de dezembro, como base para pacotes de férias de uma semana que podem ir dos 1.800 euros por pessoa aos 3 mil ou 4 mil euros, dada a “diversidade da oferta”. Muita capacidade já foi vendida, mesmo com o atual aumento de preço.

“Os programas de fim de ano no Brasil não são um produto barato, e os preços têm subido de ano para ano”, observa Gonzalo Palma.

“Deixamos de fazer o processo de ‘charter’ para o Brasil desde a Páscoa de 2017, por se tratar de um destino não para famílias, relançámos a operação devido à abertura dos resorts Vila Galé, que encaixam a luva no mercado nacional , onde os clientes querem hotéis all inclusive”, observa Miguel Ferreira. da Exotico.

Ainda em meio a restrições, operadoras retomaram ‘convênios’ para o Brasil no final de 2021, aproveitando o potencial do último recurso aberto pela Villa Galé em Toros, no estado do Rio Grande do Norte (próximo a Natal), como assim como os balneários de Vila Galé Cumbuco, no Ceará, ou Vila Galé Marés, na Bahia, que neste último caso é atendido pelo Aeroporto de Salvador.

“Ter hotéis com essa capacidade para uma família é mais fácil de alugar, e o problema no Brasil é que eles têm unidades pequenas para esse tipo de operação”, observa Fernando Bandres, diretor comercial da operadora Sonhando, lembrando que o regime all inclusive modelo “não foi muito na hotelaria brasileira, pois foi trazido por redes portuguesas e espanholas, “sendo um fator preponderante para programas onde os clientes são em sua maioria famílias com crianças”.

TAP no Brasil com 86% da capacidade contra surtos de vírus pré-doença

Nos períodos de pico, como costuma acontecer no final do ano, operadoras nacionais de turismo unem forças para fretar conjuntamente passeios privados fora dos roteiros regulares (os chamados ‘charters’) para destinos como o Brasil, a fim de agrupar pacotes de férias incluindo também alojamento ou outras ofertas, a preços mais económicos, que se vendem nas redes das suas agências de viagens.

“Já nos reunimos para fretar aviões. Quando contratamos somos parceiros, quando vendemos somos concorrentes”, explica o diretor comercial da Sonhando.

“As vendas para o Brasil estão indo muito bem, e não só no ‘Ano Novo’, estão quase em níveis pré-pandemia”, confirma Fernando Bandres. Este verão, os destaques das viagens vão para a Costa do Sauípe, Salvador ou Natal, em programas de uma semana baseados em viagens regulares da TAP. “Quando os portugueses viajam, gostam de ir à praia”, observa. Os preços variam entre os 1200€ “fora do pico do Natal e da Passagem de Ano” e variam muito “porque tentamos arranjar vários pacotes”.

Nos “charters” que estão sendo preparados para o Brasil no final do ano, o responsável pela Sonhando (que fretou voos com Solférias e Exótico) fala claramente de sucesso de vendas. “Como os dois primeiros voos estão realmente cheios, tivemos de lançar um terceiro”, confirma Fernando Bandres, sublinhando que “as famílias têm poupanças, pois estão fechadas em casa há dois anos”.

“Ter cinco aviões fretados de Portugal para o Brasil é uma coisa muito boa”, conclui o gerente geral da Solférias, Nuno Mateos. Na opinião de Miguel Ferreira, Director Geral da Exótico, “Se continuar assim, os próximos tempos serão bons para o processo de viagem.”

Os resorts all inclusive do grupo português Vila Galé no Brasil estão a impulsionar a retoma das operações “charter” para preparação de pacotes de férias por parte dos operadores nacionais. Em 27 de agosto, o Vila Galé inaugurou um resort de 513 quartos em Maceió, no estado de Alagoas, em frente à extensa praia de Carro Quebrado – que é seu 10º hotel no Brasil, garantindo que continuará investindo, apesar da instabilidade do país. ambiente político, às vésperas das eleições.

“Hoje somos a principal cadeia de resorts do Brasil, onde conseguimos democratizar este tipo de oferta hoteleira, que tem sido muito cara”, confirmou Jorge Rebelo de Almeida, Presidente do Grupo Vila Galé, durante a abertura do resort em Maceió. .

O presidente da Vila Galé destacou na altura que o Brasil precisava de mais turistas estrangeiros, e que mesmo para os visitantes nacionais, a oferta de transporte aéreo era “de preço elevado e baixa de qualidade”. Jorge Rebelo de Almeida defendeu que o Brasil “não pode contar com a TAP” para voos internacionais, e que para voos domésticos deve negociar a entrada de transportadoras “low-cost” da Europa, como Easyjet ou Ryanair.

De acordo com a Agência Tunisiana de Notícias, mais de 640 mil passageiros foram transportados para o Brasil em 3.129 voos da companhia portuguesa no primeiro semestre de 2022, o que representa um aumento de 526% em relação ao mesmo período do ano passado, mantendo a liderança em conexões voos. entre este país e a Europa.

No Brasiluma Torneira é bom Já 86% da capacidade em relação ao período pré-pandemia, com 76 voos semanais a operar este verão entre Portugal e Brasil, com ligações a 11 cidades: São Paulo, Rio de Janeiro, Belém, Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Natal, Maceió, Porto Alegre, Recife e Salvador.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Previous post Seu horóscopo para 07 de setembro de 2022
Next post Apple iPhone 14 Pro é oficial! Aqui estão os melhores smartphones iOS de todos os tempos!